Ayahuasca - por Jaggi Vasudev (Sadhguru)

Sadhguru

Existem essas coisas na Índia também que são talvez não das mesmas espécies de plantas mas de um tipo diferente em que uma limpeza Total acontece. Isso era essencial para as pessoas que viviam nas florestas porque se você vive na natureza, suponhamos que você vai viver na floresta, o número de parasitas que vivem no seu corpo vai se multiplicar, a variedade e o número deles vão se multiplicar em inúmeras vezes.

Recentemente um estudo mostrou que existe um tipo específico de parasita que está presente principalmente nas fezes dos gatos, se você brincou com gatos e tinha fezes de gato por perto é bem possível que esse parasita esteja dentro de você agora. E ele não é o único, se você investigar bem existem muitos outros parasitas dentro de você e muitos deles assim vivem na natureza esposto aos elementos naturais dela o número que residiram no seu corpo, lá irá aumentar muito.

Alguns parasitas podem ser perigosos para a vida, podem causar danos ao organismo, mas a maioria deles não sobrevivem em você, mas também contribui com alguma coisa para seu corpo, então o corpo não luta muito com eles, mas depois de um tempo quando o número deles aumenta precisam ser limpos então esses processos foram especialmente projetados para uma limpeza total e completa, na Índia nós temos vários métodos nos quais nem sempre com substâncias alucinógenas, mas existem também misturas com coisas alucinógenas nos quais acontece uma pulgação completa.

Cuidados devem ser tomados antes de comprar ayahuasca.

Confirá também: psilocybe cubensis quanto tomar

Na Índia nós não acreditamos em trazer as coisas de volta, nós queremos dar descarga nelas, então existem processos nos quais se você beber apenas água, após 2 horas apenas água pura vai sair de tal forma que seu canal alimentar inteiro é simplesmente limpo completamente.

Essa limpeza era feito regularmente a todos nós quando éramos crianças, uma vez por mês todos passavam por uma pulga total sem isso nunca se acreditava que haveria saúde porque essa era uma maneira de lidar com todo tipo de parasita que pudesse crescer em quantidade dentro de nós.

Nem todos os parasitas tem a forma de vermes ou lombrigas, existem parasitas que você não consegue ver, eles são de natureza microscópica, você não consegue ver mas eles existem e para limpar o maior número de parasitas, os que normalmente reside no seu trato digestivo e, os parasitas do sangue e, esses parasitas celulares existem, mas tem uma maneira de serem afetados, eles são todos parentes.

Os parasitas precisam de um ecossistema próprio, se você remover completamente a presença de parasitas do seu trato digestivo os outros parasitas geralmente não podem sobreviver, é certo uns poucos outros não porque eles precisam de um ecossistema próprio portanto destruir esse ecossistema periodicamente era parte da vida tribal, do contrário as pessoas iriam aos poucos ficando doentes sem origem e morreriam cedo.

Todas essas coisas costumavam acontecer junto com isso tem também uma limpeza do acúmulo emocional e psicológico que cresce dentro do ser humano, mas quando você usa ayahuasca, LSD ou substâncias para fazer essas coisas de alguma forma você ficará viciado nisso ou de alguma forma você ficará limitado a esse processo, mas se alguém acredita que alcançar a consciência organizando seu trato digestivo, bom eles precisam de um tipo diferente de tratamento sim, definitivamente isso limpa o organismo faz algumas coisas serem possíveis, as pessoas usam meios alucinógenos para acessar certas dimensões que são em sua maior parte ocultas por natureza de nós.

Essa é a razão pela qual tanto na América do Norte quanto na América do Sul esse ocultismo evoluiu em grande escala porque eles usavam outros tipos de ajuda para se tornarem acessíveis para certas possibilidades. Eu quero que você entenda, simplesmente achar um pequeno espaço no caso do seu intelecto seja com aquela coisa impronunciável da América do Sul ou com LSD ou com outra droga ou que quer que seja é apenas um acesso temporário e na maioria das vezes isso pode deixar você completamente debilitado.

Por que ao acessar uma experiência mais elevada e depois voltar para o chão você ficará quebrado? É como se você ganhasse, vamos dizer 10 milhões de dólares por ano e você está acostumada a gastar 10 milhões de dólares por ano e de repente no ano seguinte você tem apenas 1 milhão de dólares, você vai ficar arrasado porque você só tem um milhão de dólares e um monte de pessoas, elas sonhão em ter um milhão de dólares então se você se eleva sem merecer isso ao quebrar a mente com substâncias químicas de alguma forma você se eleva para alguma experiência e depois você desaba. Então você vai ver você ficará bem mais infeliz que antes, eu disse a eles que na Índia as pessoas estão reclamando, Sadhguru você faz o dava spandana apenas dos Estados Unidos, você não faz isso na Índia você tem que fazer pelo menos uma vez na Índia, Então eu disse para todos vocês que já fizeram SPD no mínimo três vezes, eu vou fazer um super SPD a única coisa é que para cada participante precisará de três voluntários porque você tem que carregar um balde para cada um dos participantes, porque eles vão vomitar, espero que não faça outras coisas e, eles vão pirar e você vai ter que carregar eles para o almoço, eles não vão saber como comer e, você vai ter que alimentá-los você terá que fazer isso porque é o que acontece no tratamento da América do Sul.

Você não vai saber como fazer nada você fica sem controle, alguém tem que colocar água na sua boca, alguém tem que levar você ao banheiro, do contrário você vai fazer por toda parte, mas podemos fazer um super SPD, assim sem nenhuma planta sem nenhuma substância química nós podemos trazer essa dimensão dentro de você que é uma tremenda limpeza em todos os níveis, mas não confunda isso com consciência, sim isso pode oferecer um certo alívio, mas isso não leva você a lugar algum.

Em primeiro lugar Isso não é um Atari é um longo e extenuante processo de vomitar sem fim e colocar seus intestinos para fora literalmente, eu estou falando de um atalho se você simplesmente se sentar com os olhos fechados e não se envolver com sua mente você se tornará como ayauasca um milhão de vezes, se você simplesmente aprender a não se envolver com a sua mente isso é tudo, então alguém quer colocar uma substância química e derrubar a sua mente totalmente, bom ele irá proporcionar alguma experiência, mas veja por favor e entenda que você está andando na rua, se nós pegamos um pedaço de pau e batemos na sua cabeça isso também lhe dará alguma experiência.

Você sabe eu não estou dizendo apenas a dor, as pessoas experimentam vários níveis de Alucinação quando estão inconscientes algumas pessoas têm experiências agradáveis e algumas pessoas têm experiências muito desagradáveis.

O mesmo acontece com esse tratamento sul-americano algumas pessoas têm uma experiência tão ruim que nunca mais querem voltar lá algumas pessoas gostam, portanto mesmo se você bater sua cabeça na parede isso poderá acontecer, a experiencia irá existir de alguma forma. Porque tudo que é preciso, é que você esteja fora da esfera da sua memória, é só isso, você ainda está consciente, mas você está fora da esfera da memória e assim você vai explodir.

Então como separar você da sua memória, devemos fazer isso com substâncias químicas ou devemos fazer isso com a consciência que é a única a se conectar. Podemos fazer isso com devolução ou intensidade de emoção ou energia ou consciência mas podemos fazer isso agora com substâncias químicas se nós quisermos também.

As pessoas têm usado LSD e se sentido fantásticas qualquer sentimento que elas atestam, está um pouco atrasado, eu sou de uma época em que todo mundo a minha volta estavam ligados nisso, mas eu estava ligado em algo mais que todos eles queriam porque eles sabiam que se elevavam e caiam e eu sou sempre assim, então a questão é apenas esta o que precisa acontecer de dentro se você trouxe é de fora, você acredita que não haverá nenhuma consequência veja nós podemos fazer uma coisa que você come e vai levar um tempo para digerir o alimento, então nós tiramos o seu estômago e fazemos a digestão acontecer rapidamente e o colocamos de volta é algo bom, mas você acha que não terá consequências isso é tudo o que você está tentando fazer portanto você pode ver as pessoas estão sempre tentando uma filosofia em torno daquelas, coisas pelas quais elas são compulsivas você quer promover a sua compulsão como consciência.

Esse é todo o problema, todo mundo tem uma filosofia, pergunte a um bêbado porque ele está bebendo e ele terá uma filosofia profunda sobre porque ele é um bêbado, pergunte até mesmo a um ladrão porque ele rouba e ele tem a sua própria filosofia sobre porque ele é um ladrão, todo mundo quando deseja fazer as suas bobagens tem uma filosofia.

Existe uma diferença entre filosofia, existe uma diferença entre as dimensões físicas da vida, a química é apenas uma dimensão física de uma certa forma e existe uma grande diferença entre todas essas coisas e se tornar desperta, é algo completamente diferente.

Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=X2p7gyeFXxQ.


Drug Science lança Grupo de Trabalho sobre Psicodélicos

Em 14 de julho de 2020, o principal órgão científico independente do Reino Unido sobre drogas lançou o Drug Science Medical Psychedelics Working Group.

Drug Science fornece uma base de evidências livre de influência política ou comercial, criando a base para leis de drogas sensatas e eficazes, ao fornecer, revisar e investigar evidências científicas relacionadas a drogas psicoativas, como cogumelos alucinógenos.

A Drug Science acredita que o futuro da medicina psicodélica é extremamente promissor e que há potencial para uma ampla aplicação de drogas psicodélicas nos modelos de saúde pública. O Reino Unido é líder mundial no desenvolvimento de pesquisa clínica psicodélica, que agora está se expandindo globalmente.

No entanto, os regulamentos atuais do Reino Unido criaram barreiras sérias e consideráveis ​​à pesquisa legítima associada aos regulamentos do Anexo 1. Embora a legislação atual não impeça a pesquisa científica com esses medicamentos, ela os torna significativamente mais difíceis, demorados e caros para estudar.

Com uma maior compreensão entre os formuladores de políticas, acadêmicos, a mídia e o público em geral, existem perspectivas realistas de aprovação regulamentar, levando à possibilidade evidenciada de que os psicodélicos médicos podem ser usados ​​com segurança, viabilidade e com potencial para benefícios terapêuticos duradouros.

Construindo o sucesso do Medical Cannabis Working Group, o Medical Psychedelics Working Group é um consórcio de especialistas em ciência de drogas, acadêmicos, pesquisadores e especialistas em políticas, apoiados por parceiros da indústria.

cogumelos alucinógenos

O objetivo do grupo é criar uma abordagem racional e esclarecida para a pesquisa psicodélica e o tratamento clínico. O grupo explorará a inovação dentro do espaço psicodélico com um foco específico em como os psicodélicos podem ser integrados aos cuidados de saúde primários e secundários. Ciência baseada em evidências, compartilhamento de dados e parcerias sólidas são as chaves para o sucesso da comunidade psicodélica. O objetivo deste grupo é quebrar as barreiras de 50 anos de censura médica, criando uma abordagem racional e esclarecida para a pesquisa psicodélica e o tratamento clínico, garantindo que o Reino Unido seja um líder mundial em medicina psicodélica.

O Grupo de Trabalho Psicodélico Médico da Drug Science trabalhará em colaboração com os parceiros da indústria Alta Flora, AWAKN, Entheos, Neo Kuma, Neuropharm, Scarlette Lillie Science & Innovation e Small Pharma.

No lançamento, lançamos uma série de materiais educacionais para profissionais de saúde (HCPs e estagiários) que examinam a história, a legislação e a farmacologia do MDMA e da Psilocibina. Nós os expandimos para incluir DMT e Ayahuasca, e continuaremos a fornecer materiais educacionais adicionais sobre outras substâncias. É essencial que os HCPs aprendam sobre os benefícios e danos potenciais dessas substâncias. Esses conjuntos de slides permitirão que futuros HCPs forneçam aos pacientes informações valiosas e ajudem a apoiá-los em suas decisões sobre seu plano de tratamento.


Estudos com ayahuasca

Efeitos da ayahuasca na saúde mental e qualidade de vida em usuários ingênuos: uma combinação de estudo longitudinal e transversal

A ayahuasca é uma decocção alucinógena usada como medicamento tradicional em várias regiões amazônicas.

ayahuasca benefícios

O uso ritualístico da ayahuasca benefícios se espalhou por muitos países, tornando necessário estudar seus riscos e benefícios. Dois sub estudos foram desenhados para esta investigação.

No subestudo 1, uma entrevista psiquiátrica e uma bateria de questionários foram administrados a indivíduos (n = 40) antes de seu primeiro uso de ayahuasca.

Dois acompanhamentos foram realizados em 1 e 6 meses. No subestudo 2, a mesma entrevista e bateria de questionários foram administrados a usuários de ayahuasca de longa data (n = 23) e seus escores foram comparados com os do grupo de ayahuasca-naïve.

Na primeira avaliação, quase metade (45%) dos usuários ingênuos preencheram os critérios diagnósticos para um transtorno psiquiátrico.

Após o uso da ayahuasca, mais de 80% desses indivíduos apresentaram melhora clínica que persistiu em 6 meses.

Os questionários mostraram reduções significativas na depressão e na psicopatologia.

Em relação ao subestudo 2, os usuários de longa data apresentaram escores de depressão mais baixos e escores mais altos de autotranscendência e qualidade de vida, em comparação com seus pares no subestudo 1.

Outros estudos naturalistas controlados e observacionais avaliando os eventuais riscos e potenciais benefícios da ayahuasca são garantidos.

Quais são os benefícios e efeitos colaterais da ayahuasca?

Os efeitos da ayahuasca duram cerca de quatro horas e incluem aumento da percepção, cognitiva, emocional e afetiva a mudanças. Embora casos de náuseas, vômitos e diarreia sejam frequentemente relatados, a evidência de montagem aponta para um perfil de segurança positivo da ayahuasca. Por exemplo, a ayahuasca não é viciante e não está associada à psicopatologia, personalidade ou cognitivo de deterioração, promovendo apenas sintomas simpaticomiméticos efeitos.

ayahuasca

Não foram constatados nenhum efeito adverso, fora os que já mencionamos acima.

Em 20 anos, as avaliações de saúde mental dos consumidores de ayahuasca mostraram função cognitiva preservada, aumento do bem-estar, redução da ansiedade e sintomas depressivos quando comparados aos consumidores de não-ayahuasca.

A ayahuasca age como um antidepressivo duplo, reduzindo a degradação de serotonina e estimulando seus receptores,em contrapartida esses receptores controlam as emoções e a neuroplasticidade.

Ayahuasca para microdose

Ayahuasca Para Micro dose diária, recomendada como terapia complementar a quadros depressivos e de ansiedade. Utilização de 15 à 20 gotas pela manhã e 15 a 20 gotas pela noite.

Medite em casa com Ayahuasca natural e segura, a dosagem é fracionada em gotas, indicada para quem nunca tomou Ayahuasca.

A sua utilização diária auxilia no bom sono e na prática de meditação.

Comprar micro dose de ayahuasca é muito mais simples do que você imagina, pois o floral de ayahuasca é um produto de fácil acesso por ser considerado um produto 100% natural.

ayahusca beneficios
AYAHUASCA MICRODOSE 100% NATURAL

Obs. O floral de ayahuasca (Micro dose) é um produto natural produzidos por mestres da cultura indigena ou xamânica, a sua concentração (Teor de DMT) não é a mesma que a dose de ayahuasca (chá do santo Daime) distribuída em rituais de consagração, devido aos fins para qual foi fabricado, micro dosar, seus efeitos são imperceptíveis em seu cotidiano mas muito significativos à longo prazo.


O que é Placebo?

Um placebo é um fármaco, terapia ou procedimento inerte, que apresenta, no entanto, efeitos terapêuticos devido aos efeitos psicológicos da crença do paciente de que ele está a ser tratado.

Muitos médicos também podem atribuir efeito placebo a medicamentos com princípios ativos, mas que apresentam efeitos terapêuticos diferentes do esperado. Por exemplo, um comprimido de vitamina C pode aliviar a dor de cabeça de quem acredite estar ingerindo um analgésico, sendo um exemplo clássico de que o que melhora é não apenas o conteúdo do que ingerimos mas também o acreditar que estamos a ser tratados. Seguindo esta corrente de pensamento, o dicionário médico Hooper cita o placebo como "o nome dado a qualquer medicamento administrado mais para agradar do que beneficiar o paciente".

wikipedia

O “Efeito Placebo”

Na pesquisa clínica, um dos problemas mais irritantes – pode-se até chamar de “efeito colateral” – é o conhecido como efeito placebo . Em numerosos ensaios de drogas para hipertensão, ansiedade, insônia, ou semelhantes, verificou-se que até um terço dos sujeitos de teste alcançam os mesmos efeitos desejáveis ​​com uma substância fisiologicamente inerte que são alcançados com as maravilhosas novas drogas milagrosas de o laboratório de pesquisas.

Tenho certeza de que a maioria dos médicos está totalmente ciente desse efeito. Sobre isso há relatos que esquizofrênicos agudamente perturbados, inquietos e ansiosos se acomodaram, rolaram e dormiram, e viciados em heroína cujos sintomas de abstinência cessaram após injeções de água destilada.

Quando se olha para os anos de prática e para a história da medicina, percebe-se que muitas substâncias administradas ao longo dos anos funcionaram não por qualquer ação fisiológica que possam ter tido, mas pelo efeito placebo.

Existem relatos, histórias de câncer que foram curados, ou pelo menos temporariamente remitidos, através da administração de placebos.

Sempre que um novo tratamento pouco ortodoxo é sugerido para uma doença incurável, como a esclerose múltipla, a resposta do estabelecimento é primeiro afirmar que o médico não alcançou os resultados que alega. Quando as histórias de seus pacientes indicam que ele realmente alcançou esses resultados, o estabelecimento levanta as mãos e diz: “Bem, é apenas o efeito placebo”, como se isso não importasse.

Isso é tão estranho? Examinemos por um momento o efeito placebo. Basicamente, acreditamos que não há limites para o que o corpo e a mente podem fazer para curar uma pessoa uma vez que o espírito da vida esteja totalmente ativado. Acreditamos que a causa raiz de todas as doenças, mentais e físicas, é uma diminuição da Energia Vital. E também acreditamos, com Hipócrates e outros grandes médicos ao longo dos milênios, que se a energia vital, a vis medicatrix naturae , o poder de cura da natureza dentro do paciente puder ser ativado, então a verdadeira cura ocorrerá e o corpo curar a si mesmo.

O corpo tem enormes poderes restauradores e um tremendo impulso para alcançar a normalidade. Este impulso homeostático não é utilizado, na verdade é amortecido, quando um produto químico sintético é usado em vez de ativar a Energia Vital.

A pesquisa médica ortodoxa nos mostra que até um terço dos pacientes podem ser curados da maioria das doenças por nada além da ativação acidental, não planejada e não intencional da Energia Vital do paciente. Como resultado de estarem no experimento e sob constante observação e monitoramento, eles se animaram. Eles tiveram sua fé restaurada, sua energia aumentada e seus corações abertos. E neste estado, a cura ocorre.

Muitas pessoas me disseram: “Não me importo se é 'apenas' o efeito placebo. Se isso me melhorar, isso é bom o suficiente para mim.” A maioria dos cientistas quando perguntados: “Como ocorre um efeito placebo?” responderá: “É apenas psicológico”. O que eles estão admitindo, portanto, é o enorme papel que a psique — e, por trás disso, o espírito, a Energia Vital — pode desempenhar na cura do indivíduo.

NEM TUDO É PLACEBO: Potencial clínico da microdosagem de psilocibina

Drogas que agem no receptor 5HT-2A da serotonina, incluindo a psilocibina, têm efeitos anti-inflamatórios comprovados, e a neuroinflamação está fortemente implicada na patologia de Alzheimer.

Um ensaio duplo-cego controlado por placebo é o padrão ouro para qualquer estudo farmacológico, especialmente para aqueles que envolvem substâncias que alteram a mente. Estes estudos permitem-nos distinguir a influência intrínseca da mente dos efeitos fisiológicos da droga e são, portanto, indispensáveis.

A maioria dos benefícios alegados da microdosagem de psilocibina, tornam-se mais evidentes a longo prazo, dado que as pessoas estão apenas a viver as suas vidas, com o tempo novos caminhos para os mesmos problemas são encontrados de forma natural, a melhora no raciocínio lógico é um fator que ajuda muito para isso.

Resultados

Descrevemos novos achados, tanto em termos de resultados benéficos, como melhora do humor (26,6%) e foco (14,8%), quanto em termos de resultados desafiadores, como desconforto fisiológico (18,0%) e aumento da ansiedade (6,7%). Também mostramos paralelos entre vantagens e desvantagens e discutimos as implicações desses resultados. Nós investigamos diferenças dependentes de substâncias, descobrindo que usuários de psilocibina relatam que os benefícios da microdosagem eram mais importantes do que outros usuários relatam.

Conclusões

Esses resultados de métodos mistos (placebo + psilocibina) ajudam a resumir e enquadrar as experiências relatadas por uma comunidade de microdosagem ativa como avenidas de alto potencial para futuras pesquisas científicas.

A pesquisa de microdosagem com psilocibina complementa a literatura de dose completa à medida que os tratamentos clínicos são desenvolvidos e os mecanismos neurofarmacológicos são procurados.

Esta estrutura visa informar pesquisadores e médicos como a pesquisa experimental de microdosagem começa a sério nos próximos anos.

Onde comprar psilocibina para microdosagem

Com o avanço dos estudos clínicos referente a microdosagem com psilocibina acompanhado por psicoterapautas, muitos profissionais da área da psicoterapia estão se interessando pelo assunto, muitas vezes por intermédio de seus pacientes.

Por se tratar de um produto de livre comércio no Brasil, os cogumelos mágicos da espécie psilocybe cubensis (portadores de psilocibina) podem ser encontrados em lojas online de produtos místicos.

Os cogumelos mágicos geralmente são comercializados na forma desidratada embalados á vácuo.

Comprar cogumelos alucinógenos pela internet acabou se tornando a forma mais segura, pois ainda existem pessoas que preferem procurar as espécies de cogumelos com psilocibina em pastos e este ato pode se tornar muito perigoso não aconselhamos.


Conexões ocultas sob o chão da floresta

A ecologista Suzanne Simard descobre as conexões ocultas sob o chão da floresta

arvore que fala

Essa floresta era como a internet, mas em vez de computadores conectados por fios ou ondas de rádio, essas árvores eram conectadas por fungos micorrízicos. A floresta parecia um sistema de centros e satélites: as árvores velhas eram os maiores centros de comunicação e as menores os nós menos ocupados, com mensagens sendo transmitidas de um lado para o outro através dos links fúngicos. Em 1997, a revista Nature publicou um artigo meu e chamará essa rede de “wood-wide web”. Isso estava se tornando muito mais presciente do que eu imaginava. Tudo o que eu sabia naquela época era que a bétula e o abeto transmitiam carbono de um lado para o outro por meio de uma simples trama de micorrizas. Esta floresta, porém, estava me mostrando uma história mais completa. As árvores velhas e jovens eram eixos e nós, interligados por fungos micorrízicos em um padrão complexo que alimentava a regeneração de toda a floresta.

Raspei o solo com minha espátula. Assim como as velhas árvores próximas ao riacho, as do cume eram decoradas com trufas e tubérculos — cachos de raízes micorrízicas cobertas por uma casca de fungos — e fios dourados de fungos que corriam delas como estrelas cadentes. Aqui, também, as árvores e os fungos estavam em uma teia íntima. Em comparação com as árvores abaixo, havia ainda mais conexões onde o solo estava mais seco e as árvores mais estressadas. Isso fazia sentido! Aqui na crista, as árvores investiram mais em fungos micorrízicos porque precisavam de mais deles em troca.

Meus alunos e eu já havíamos aprendido que as árvores de raízes profundas traziam água à superfície do solo à noite, por elevação hidráulica, e a compartilhavam com plantas de raízes rasas, ajudando o arquipélago a permanecer inteiro durante a seca prolongada.

Para esses jovens recrutas, pequenos ganhos de recursos em momentos de vulnerabilidade fazem a diferença entre a vida e a morte.

floresta

Os produtos químicos da informação podem viajar por esses cabos como a água por um cano. A trilha principal se alargava e, depois de mais algumas curvas, a pequena estrada estaria à frente. Os tubos grossos de espécies de fungos como Rhizopogon foram projetados para comunicação de longa distância, e os finos leques miceliais de espécies de fungos como Wilcoxinadeve ser adepto da resposta rápida, capaz de transmitir produtos químicos rapidamente para desencadear crescimento e mudança rápidos. Quando minha avó Winnie foi diagnosticada com Alzheimer, eu li sobre o que torna nossos cérebros plásticos ou rígidos. Talvez o Rhizopogon de longa distância fosse análogo aos fortes vínculos em nossos cérebros decorrentes da repetição, poda e regressão, dando-nos memória de longo prazo. Talvez as hifas Wilcoxina mais finas, que cresciam mais rápido e mais abundantemente, ajudassem as redes micorrízicas a se adaptarem a novas oportunidades, não muito diferente de nossas próprias respostas rápidas e flexíveis a novas situações, que vovó estava perdendo.

A Vovó Winnie ainda tinha memória de longo prazo. Ela sabia que tinha que vestir roupas; ela simplesmente não conseguia se lembrar de quantas camisas usar quando estava quente ou se prendia o sutiã na frente ou atrás. Assim como os fios de Rhizopogon lidam com o transporte de soluções a longa distância, a memória da vovó sobre o uso de roupas veio de caminhos cerebrais ao longo da vida. Mas sua capacidade de se ajustar rapidamente e sua memória de curto prazo foram diminuindo com a perda de novas sinapses, como se ela estivesse perdendo conexões análogas às criadas pelos leques miceliais de Wilcoxina para árvores.

Os fios complexos e espessos que saem das árvores-mãe devem ser capazes de uma transferência eficiente e de alto volume para as mudas em regeneração. Os micélios que se espalham mais finos devem ajudar os novos germinantes a se modificarem para acomodar necessidades urgentes e rápidas, como encontrar uma nova piscina de água em um dia particularmente quente. Pulsante, ativo, adaptativo para suprir as plantas em crescimento – como inteligência fluida.

O carbono nas árvores e a outra metade no solo, micélio e raízes podem evaporar no ar. Combinando as mudanças climáticas. Então o que? Não era esta a questão mais importante de nossas vidas?

Fonte: Extraído de Finding the Mother Tree: Discovering the Wisdom of the Forest por Suzanne Simard https://thewalrus.ca/


A magia do Cogumelo: 5 maneiras pelas quais a tecnologia baseada em fungos mudará o mundo

Cogumelos são mais do que apenas uma deliciosa cobertura de pizza. Eles podem nos ajudar na colonização de outros planetas, no combate à poluição e até na realocação de abelhas.

cogumelo mágico

Você sabia que existem dez vezes mais espécies de fungos do que espécies de plantas? E se contarmos o número de quilômetros que percorremos pela floresta? Ou inalamos até 10 esporos de fungos a cada respiração? Você não está sozinho se não fizer isso.

A grande maioria de nós desconhece o reino dos fungos. Talvez seja porque esses organismos incríveis dão a muitas pessoas o 'fator ick'. Um grande número de fungos são decompositores: eles obtêm seu alimento coletando nutrientes de organismos mortos e moribundos, e muitas vezes associamos tudo relacionado à decomposição a ser extremamente estressante. Além disso, os venenosos foram creditados com uma variedade de travessuras, desde deflorar virgens (impossível) até derreter o fígado em questão de dias (bastante possível se comer certas espécies).

Ninguém ajudou os cogumelos a se tornarem principalmente microscópicos. Quando vemos cogumelos crescendo na natureza, estamos vendo apenas o corpo do organismo, que produz esporos para reprodução. O resto é uma massa de fungos conhecidos como 'hifas', que estão escondidos da vista e procuram nutrientes dentro da madeira ou do solo. Foi só depois de termos microscópios poderosos para ver os fungos com clareza que conseguimos entender seu metabolismo e, finalmente, ter uma idéia do tamanho do reino dos fungos.

Os fungos podem ser encontrados nos micróbios de todos os seres vivos e até existem na atmosfera. No entanto, eles vivem principalmente em terra e em plantas, onde são vitais para a saúde da flora e fauna, ecossistemas, reciclagem de nutrientes e sequestro de carbono.

Os fungos são responsáveis ​​por uma infinidade de funções na natureza, e as moléculas que eles criaram para realizar essas funções representam uma série de possibilidades que podem nos ajudar a enfrentar alguns dos problemas mais irritantes do mundo. Este é um momento emocionante para bio prospectores, empreendedores e ambientalistas, pois consideram o que o futuro pode reservar. E o que eles estão vendo é que o futuro é assustador.

Como as espécies de fungos podem salvar a agricultura em um mundo em aquecimento?

Você provavelmente não percebe, mas sempre que você olha para uma planta, você também está procurando por insetos.Isso porque, em sua maioria, senão todas, as plantas terrestres hospedam fungos semelhantes aos fios dentro de suas células. Os fungos se alimentam dos açúcares produzidos pela planta e, em troca, ajudam a planta a tolerar condições ambientais estressantes, como inundação de sal, seca e altas temperaturas.

Quando uma planta é exposta ao ar seco, ela sofre estresse oxidativo, um desequilíbrio de radicais livres e antioxidantes que podem prejudicar suas células. No entanto, ao contrário de você e de mim, as plantas não produzem substâncias químicas necessárias para combater os efeitos do estresse; em vez disso, são os fungos endofíticos que vivem entre as células da planta que o fazem.

Essas fissuras incrivelmente pequenas produzem um arsenal de compostos que reduzem o estresse oxidativo nas plantas e também contribuem para a química que permite que as plantas utilizem a água com eficiência. Isso ajuda as plantas com problemas de secura, bem como aquelas que sofrem de calor extremo ou exposição ao sal.

Pesquisadores descobriram que redutores de estresse endofíticos podem ser transferidos de suas hospedeiras para plantas cultiváveis ​​para ajudá-los a sobreviver em um mundo em aquecimento. Por exemplo, o mesmo fungo que permite que as batatas cresçam em temperaturas tão altas quanto 65°C também permite que os tomates cresçam e amadureçam sob condições igualmente quentes.

Para o fungo, capim do pânico e tomate são a mesma coisa, e as implicações são enormes: em um mundo em rápido aquecimento, os fungos endofíticos têm o potencial de proteger nosso suprimento de alimentos.

Como as infecções fúngicas podem afetar o tratamento da saúde mental?

Em décadas, nenhum novo medicamento psiquiátrico foi desenvolvido. A maioria dos medicamentos atuais são versões da última geração de medicamentos desenvolvidos na década de 1950. Mas, nos últimos 15 anos, ressurgiu uma classe de medicamentos há muito esquecida, sendo que uma das mais promissoras é derivada de um cogumelo.

Cinquenta anos atrás, pesquisadores de todo o mundo iniciaram uma intensa investigação sobre o potencial da psilocibina e do LSD para ajudar pessoas que sofrem de uma variedade de transtornos mentais. A pesquisa foi extremamente promissora, mas à medida que essas drogas se tornaram mais incorporadas à cultura volátil e anti-establishment da década de 1960, menos cientistas estavam dispostos a trabalhar com elas. Em 1968, as Nações Unidas ordenou que todos os países proibissem o uso de psilocibina e LSD.

Mas os tempos mudam, as posições dos bandidos mudam e essas drogas estão mais uma vez sendo estudadas, com resultados surpreendentes. Os pesquisadores descobriram que, quando combinada com a terapia, a psilocibina uma molécula encontrada em aproximadamente 200 espécies do gênero Psilocybe de cogumelos mágicos pode efetivamente aliviar uma variedade de sintomas, incluindo TOC, TEPT, depressão e ansiedade causadas por doenças com risco de vida. Há também estudos em andamento para investigar seu impacto na anorexia nervosa e na doença de Alzheimer.

Uma psilocibina pode funcionar bloqueando certas vias neurais no cérebro enquanto envolve outras e, no processo, interrompendo padrões de pensamento rígidos, como em um paciente TEPT que repete experiências traumáticas repetidamente. A psilocibina parece fornecer um início rápido de efeitos antidepressivos e anti viciantes que duram muito tempo. Os governos estão atentos a esses resultados. Além disso, os pacientes.

AVISO: LSD e psilocibina são drogas de classe A de acordo com a lei do Reino Unido. Qualquer um pego em posse de tais substâncias pode enfrentar até sete anos de prisão, multa ilimitada ou ambos.

Como os fungos podem revolucionar o design e a construção de produtos?

Leve algo tão fácil quanto os chips de embalagem de poliestireno. Nós os usamos para manter itens valiosos seguros durante o transporte, mas eles não são biodegradáveis. Mas e se os substituíssemos por batatas fritas? Eles são ótimos para proteger o porcelanato do mamífero, e você pode colocá-los na composteira quando terminar.

Os fungos têm um enorme potencial como material ambientalmente sustentável para o design de produtos e componentes de construção. Esse potencial decorre do fato de que você pode cultivar micélio como componente não frutífero do fungo, que é formado por uma rede de fibras finas em qualquer formato ou tamanho que desejar, e depois passá-lo como uma panela. O produto final é um material forte e leve com integridade estrutural, mas pode ser tão áspero ou tão rígido quanto você escolher. Além disso, o tipo de alimento utilizado para o cultivo do cogumelo pode conferir características específicas ao produto acabado, como maior resistência ao nevoeiro.

A Ecovative nos Estados Unidos foi a primeira empresa a investigar os cogumelos como material. Eles faziam de tudo, desde estojos de computador Dell até tecidos ao estilo Stella McCartney. E isso é só o começo. Os fungos também foram transformados em alternativas macias, tijolos, aglomerados, placas de circuitos elétricos, isolantes resistentes ao nevoeiro e objetos domésticos como vasos, cadeiras, abajures e até chinelos.

Mas por que você está pensando tão pequeno? O Centro de Pesquisa Ames da NASA em Silicon Valley na Califórnia está trabalhando em tecnologias de microarquitetura que podem "cultivar" habitações baseadas em fungos em luas e outros planetas. Quando o assunto é fungos, a tecnologia avança rapidamente.

Como podemos ajudar os animais a limpar nosso planeta?

Como os fungos carecem da clorofila que as plantas possuem, eles devem contar com suas hifas, que são longas e finas, para obter nutrientes. Suas células então liberam enzimas digestivas, que irão quebrar as ligações que mantêm seus alimentos juntos, permitindo que você absorva moléculas saudáveis ​​como carbono, fósforo, nitrogênio e água. Essa capacidade de quebrar moléculas complicadas em moléculas mais simples é a chave para a micorremediação, ou o uso de bactérias para limpar áreas poluídas.

Eles podem ser usados ​​de diversas maneiras, desde o desmantelamento de hidrocarbonetos poliaromáticos (pense petróleo subprodutos, esgoto e cinzas) até uma variedade de compostos nitroaromáticos como explosivos, corantes, herbicidas e inseticidas, até cinzeiros feitos de fungos que cavam cigarro bitucas.

Simplificando, qualquer produto à base de carbono é alimento para fungos. Os fungos evoluíram com materiais naturais para aprender a decompô-los, e agora estão aprendendo a fazer o mesmo com plásticos. Nos últimos anos, pesquisadores descobriram um organismo unicelular capaz de quebrar o poliuretano em questão de semanas, assim como outras espécies com habilidades semelhantes.

A aplicação dessas ferramentas in loco e de forma econômica é um desafio. No entanto, existem abordagens novas e interessantes. Pesquisadores no Canadá descobriram um fungo que vive dentro das raízes de dentes-de-leão que crescem em resíduos nas betuminosas de Athabasca, Canadá. Quando este fungo foi introduzido em outras plantas, deu-lhes superpoderes, permitindo que existissem não apenas na presença de poluição, mas também no processo de limpeza.

Outras inovações envolvem indústrias downstream, como o Onion Collective em Somerset. Esta instalação de bio recicladores espera alimentar fungos plásticos e produzir produtos úteis como substitutos de couro com o micélio resultante.

Como os fungos podem salvar as abelhas?

Para muitas de nossas culturas, a polinização das abelhas é crítica. No entanto, as populações de abelhas estão diminuindo em todo o mundo; na China, os agricultores eram obrigados a polir manualmente suas macieiras. Esse declínio é atribuído ao Transtorno das Colônias (CCD), que é marcado pela morte ou desaparecimento de abelhas em operação em uma colmeia.

Todos os anos, o CCD mata milhões de abelhas nos Estados Unidos, Canadá e Europa. Por quê? De acordo com uma teoria, a exposição a pesticidas neonicotinóides compromete o sistema imunológico das abelhas. Como resultado, eles são incapazes de combater os vírus espalhados por uma colmeia parasita ácaro. É aqui que os cogumelos podem entrar.

Em meados da década de 1980, Paul Stamets, um micologista e fabricante de suplementos de cogumelos, notou que suas abelhas estavam se comportando de forma estranha, emitindo gotículas líquidas de um cogumelo micélio que havia colonizado uma pilha de lascas de madeira.

Ele assumiu por anos que as abelhas estavam coletando açúcar. E então lhe ocorreu que talvez as abelhas estivessem coletando medicamentos. Essa teoria foi confirmada em 2018 quando pesquisadores da Stamets e da Washington State University descobriram que as abelhas alimentadas com extrato de tinder (Fomes fomentarius) e reishi (Ganoderma lucidum) tiveram uma redução significativa na carga viral, principalmente a letal.

Os pesquisadores ainda não têm certeza se os extratos estão ajudando o sistema imunológico natural das abelhas a combater o vírus ou realmente destruí-lo, mas estudos futuros sugerem o contrário. Em um futuro próximo, poderemos lançar dispensários médicos para abelhas em conjunto com nossa ração para pássaros.


Dosagens de Psilocybe Cubensis: Um Entendimento Simples

cogumelos psilocybe cubensis

Quando tomado na quantidade adequada, este composto psicodélico pode ser eficaz no combate à depressão, auxiliando no tratamento de DDA /TDAH e outras doenças mentais (tabagismo, por exemplo).

Consumir o mágico cogumelo na microdosagem, para os iniciantes, significa que uma psilocibina é feita em doses sub-perceptivas de psicodélicos. Ou seja, os efeitos serão sentidos pelo usuário, mas de forma mais sutil.

A microdosagem é recomendada para pessoas que desejam incorporar o pepino mágico em sua rotina semanal, o que ajuda a melhorar o humor e a criatividade, além de aumentar o foco, a energia e as habilidades de comunicação.

Recomendação inicial de dosagem de Psilocybe Cubensis

A microdose de uma substância psicotrópica é calculada pela dose limiar, que é a menor quantidade de uma substância capaz de produzir efeitos detectáveis.

Como resultado, microdoses de psilocibina são encontradas na faixa de 0,2 g a 0,5 g, em cápsulas secas ou cápsulas. Incluímos alguns dos itens mágicos que vendemos em nossa loja abaixo:

Para descobrir qual dose você deve tomar, comece com uma pequena quantidade de cerca de 0,2 g de cubensis.

Se esta dosagem não produzir efeitos perceptíveis, é possível adicionar 0,1g a cada ingestão até atingir a dose "sub-perceptiva".

Criamos um guia completo para a microdosagem mágica do cogumelo, juntamente com informações vitais sobre como seu corpo pode reagir quando você consome o cogumelo em vários momentos ao longo do dia.

Doses dos cogumelos mágicos mais poderosos

Além da dose inicial mencionada acima, existem outras doses maiores:

Lembre-se de tomar pequenas doses e ouvir seu corpo. Comece com pequenas quantidades e vá aumentando gradativamente até atingir seu objetivo.

Outro ponto importante a ser observado é que doses maiores não são apropriadas para o tratamento com microdoses. A ingestão dessas quantidades mais altas têm o potencial de interromper o tratamento com microdoses.

Além disso, doses superiores a 0,5g (500mg) não são recomendadas para uso contínuo (ao contrário dos 3 em 3 dias recomendados para microdoses).

Como posso saber se a quantidade de Psilocybe Cubensis consumida é suficiente?

Quando um usuário de cogumelo começa a ter experiências sensoriais distintas das experiências cotidianas (sem a substância), ele pode saber que atingiu a dosagem ideal para seu corpo.

Mudanças sensoriais serão perceptíveis em microdoses, mas nada fará com que um usuário de Psilocybe Cubensis caia em um loop que cause mudanças drásticas (negativas) em sua rotina.


Você conhece o cogumelo Juba de leão?

juba de leao

Hieracium erinaceus (juba de Leão) é uma planta popular entre os cientistas, mas não tanto com o público em geral. Este lindo cogumelo tem várias propriedades neuroprotetoras ou benefícios para o cérebro. Como resultado, pesquisas sobre prevenção e tratamento da doença de Alzheimer foram conduzidas.

O Juba de leão é mais comumente encontrado na América do Norte, Europa e Ásia. Tem uma cor marrom clara e sabor agradável, e cresce principalmente entre o final do inverno e o início da primavera.

Essas variedades contêm uma variedade de compostos bioativos , como polissacarídeos, terpenóides, esteróides com propriedades anti-inflamatórias e estimuladores de neurotransmissores.

A doença de Alzheimer é uma doença neurodegenerativa crônica que normalmente começa lentamente e piora com o tempo. Estudos pré-clínicos (in vitro e em animais) mostram que a juba de leão pode retardar a progressão da doença de Alzheimer e demência, aumentando os níveis do fator de crescimento do cérebro e melhorando a memória de curto prazo.

Mori e seus colegas dividiram os camundongos em dois grupos.Ambos receberam fragmentos da proteína amilóide, que causa placas do tipo Alzheimer. Um grupo de camundongos recebeu dieta suplementada com Lion's Mane por 23 dias, enquanto outro grupo recebeu a mesma dieta, mas sem o suplemento. Descobriu-se que os camundongos suplementados tinham capacidade de memória espacial superior. Além disso, tiveram melhor desempenho no Teste de Reconhecimento de Objeto Novo. Este teste determina quão bem os animais podem se lembrar de um objeto. Ratos passam mais tempo com objetos desconhecidos devido ao efeito de novidade, assim como ratos com déficit de memória fazem quando esquecem de um objeto. Os ratos que foram alimentados com juba de leo tiveram uma taxa de discriminação significativamente maior do que os ratos que foram alimentados com uma dieta normal.

Um estudo semelhante utilizou modelos APPswe / PS1dE9 camundongo, que são predispostos a desenvolver a doença de Alzheimer naturalmente. Aqueles que receberam uma dieta suplementada com Lion's Mane tiveram uma diminuição na produção de proteína beta-amilóide (AB), que está implicada na fisiopatologia da formação de placas no cérebro de pacientes com Alzheimer. A justificativa se dá por uma ação indireta do fator de crescimento nervoso

Em um ensaio clínico com humanos, especificamente indivíduos com comprometimento cognitivo leve, o cogumelo demonstrou a capacidade de melhorar as funções cognitivas. Os pacientes idosos que tomaram 250 mg de leo juba três vezes ao dia durante um mês apresentaram melhorias em tarefas específicas relacionadas à memória espacial de curto prazo e memória de reconhecimento visual

Parece que o extrato de juba de leão também pode ajudar a regenerar as células cerebrais e melhorar a função da região hipocampal CA3, que é importante para o processamento da memória e respostas emocionais.

A Juba de Leão Cogumelos possui poderosas propriedades bioativas que possuem uma variedade de benefícios e efeitos no corpo humano, atuando no cérebro , intestinos e coração. Um dos aspectos mais importantes do Juba Leão é que ele aumenta significativamente os níveis do fator de neurocrescimento (NGF), um tipo de proteína cerebral específica que desempenha uma plasticidade cerebral, aprendizado e memória.

Como usar?

A juba do leão pode ser usada na culinária (tem um sabor agradável), mas é mais fácil de encontrar como suplemento em países mais quentes. Pode ser adicionado ao café, chá, shakes e sobremesas.


Os cogumelos alucinógenos contêm uma substância conhecida como psilocibina

Os cogumelos alucinógenos contêm uma substância conhecida como psilocibina

Muitas pessoas usam substâncias que as transportam para uma realidade irreal. Um exemplo é o uso de cogumelos alucinógenos, que fazem com que nossos corpos percebem coisas que não estão acontecendo, ou causam alucinações.

O principal ingrediente ativo dos alucinógenos, também conhecidos como mágicos, é a psilocibina. Este composto se liga aos receptores de serotonina no corpo, que são responsáveis ​​pela liberação de certos hormônios e pela regulação do sono, temperatura, apetite e humor. Além disso, ela regula algumas atividades motoras e cognitivas.

Um estudo publicado na revista Human Brain Mapping em julho de 2014, intitulado Repertório aprimorado de estados dinâmicos cerebrais durante a experiência psicodélica, revelou como a psilocibina funciona nos corpos dos usuários. Tagliazucchi e colegas realizaram o estudo com alguns voluntários e descobriram que a psilocibina funciona em áreas do cérebro associadas aos sonhos, confirmando um sintoma descrito por muitos usuários que afirmam ter feito jornadas psicoterapêuticas. Os pesquisadores também perceberam que a parte que coordena os raciocínios lógicos não estava agindo adequadamente durante a ação dessa substância.

A psilocibina alucinógena também tem sido associada a mudanças permanentes na personalidade dos usuários, de acordo com um estudo publicado no Journal of Psychopharmacology em 2011 e intitulado. Experiências místicas causadas pela psilocibina alucinógena levam a aumentos no domínio da personalidade de abertura.

De acordo com a pesquisa de Maclean e colegas, é extremamente difícil para as pessoas mudarem seus traços de personalidade após 30 anos. No entanto, usando uma substância alucinógena encontrada nos cogumelos, alguns dos cobaias mudaram seu comportamento após vivenciarem uma experiência mística.

Apesar das experiências positivas descritas por alguns usuários, a droga pode causar “más viagens”, um efeito desagradável. Esse efeito é responsável por ataques de pânico, ansiedade e medo, que podem ter consequências desastrosas se não forem tratados adequadamente. As autoridades dos Estados Unidos chegaram a encontrar um homem em coma depois de arrancar partes de seus órgãos reprodutivos.

Ao contrário de outras substâncias, a psilocibina não causa dependência química. O que acontece é uma espécie de tolerância aos efeitos da droga, o que leva os usuários a buscarem mais da substância para alcançar os efeitos desejados

Como funcionam os cogumelos alucinógenos

Cogumelos contém substâncias psicodislépticas que são capazes de causar uma perturbação no sistema nervoso central, resultando em efeitos alucinógenos. A principal substância encontrada nos cogumelos é a psilocibina, que é convertida no organismo em psilocina, responsável pelos efeitos alucinógenos dos cogumelos, pois atua diretamente no cérebro, ligando regiões que normalmente não se comunicam e bloqueando os efeitos da serotonina, resultando em efeitos semelhantes ao LSD, mas com uma duração mais curta.

Outras substâncias que podem estar presentes nos cogumelos incluem muscarina e isoxazol, que podem causar náuseas, dores abdominais, vômitos, euforia, alterações visuais, alterações do ritmo cardíaco e alucinações no caso do isoxazol.

Efeitos de cogumelos alucinógenos

Os efeitos alucinógenos dos cogumelos são determinados não só pela concentração de substâncias psicoativas e pela quantidade consumida, mas também pelo estado psicológico do indivíduo. Na maioria dos casos, o que acontece quando esses cogumelos são consumidos é uma mudança na percepção do que está acontecendo, dificultando a distinção entre fantasia e realidade. Os principais efeitos são:

Algumas pessoas podem vivenciar os efeitos negativos dos cogumelos mágicos , o que é conhecido como “viagem de ruim ”, e se caracteriza pela presença de alucinações , pânico, medo, paranóia e ansiedade.

"Atenção: Nem todos os cogumelos contêm psilocibina na sua composição. Alguns são extremamente perigosos e podem resultar em morte se consumidos"

No Brasil existe lojas especializadas em cogumelos Psilocybe Cubensis, a variação mais comum do cogumelo mágico, certifique-se que está em uma loja segura para cogumelos alucinógenos comprar online.

𖨬